3º Módulo – Fórmula de Compasso, Compasso Simples, Acentuação Métrica, Metrônomo

COMPASSO MUSICAL

O que é compasso?

Os compasso são divisões nos trechos musicais que agrupam as pulsações rítmicas tendo por base o ciclo de pulsações naturais da música, contribuindo para facilitar a leitura musical.

Toda música possui um ciclo natural de pulsação que parte de um pulso mais forte e se encaminha para outros mais fracos e estes ciclos se repetem no decorrer de toda a composição musical.

Estes ciclos formam os COMPASSOS.

Dependendo da música, há compassos com pulsações duplas, triplas, quádruplas, quíntuplas, etc. Estas pulsações são as UNIDADES DE TEMPO (UT).

BARRAS DE COMPASSO

Usa-se barras verticais no decorrer do trecho musical para separar os compassos. Estas barras são chamadas de BARRAS DE COMPASSO.

AS BARRAS DE COMPASSOS servem para dividir os Compassos.

Barras de compassos

a) BARRA SIMPLES – São  as barras de compassos mais comumentes utilizadas.

b) BARRA DUPLA – Para separar períodos musicais distintos entre si, usa-se a BARRA DUPLA. Porém a barra dupla nem sempre tem a mesma função das barras simples, elas podem ser colocadas em qualquer lugar do ciclo de pulsação. São utilizadas entre a estrofe e o coro dos hinos.

c) BARRA FINAL – É utilizada para encerrar o trecho musical.

d) e e)RITORNELLO – O Ritornello são barras dupla verticais, uma espessa e outra mais fina, acompanhadas de dois pontinhos e servem para indicar a repetição de um trecho musical.

CASAS DE RITORNELLO – Indicam o nº de vezes que o trecho deve ser repetido. Há casa de 1ª vez, casa de 2ª vez, casa de 3ª vez, etc.

casa de 2ª vez

FÓRMULA DE COMPASSO

Compasso Simples

Entender as fórmulas de compasso é imprescindível para que você domine a leitura musical, Se você se dedicar devidamente a este assunto você estará se livrando de dificuldades que muitos levam durante toda a carreira musical.

Te darei aqui os passos necessários para que você seja capaz de entender o ritmo de uma música apenas decifrando sua Fórmula de Compasso.

Neste momento, é de extrema importância que você tenha se familiarizado com os nomes das FIGURAS DE VALORES apresentadas no módulo anterior. Se você ainda não estiver bem seguro, dê mais uma treinada e depois retorne aqui para que você se sinta bem à vontade neste assunto.

A FÓRMULA DE COMPASSO é afixada no início da partitura musical e é representada por números fracionários tais como estes:

Fórmula de Compassos

O NUMERADOR, número superior da formula de compasso, representa quantos pulsos há em cada compasso e é neles que vamos nos concentrar neste momento.

COMPASSOS BINÁRIOS

Quando aparecer o número (2) no numerador então o compasso será BINÁRIO, duas Unidades de Tempo (UT) e terá a seguinte pulsação:

Métrica 2por4O primeiro tempo do compasso será mais forte que o segundo.

Cada figura destas representa uma UNIDADE DE TEMPO (U.T.);

Cada agrupamento de “Unidades de Tempo” representa um COMPASSO

Unidade de tempo (UT)

Unidade de tempo(UT) é a figura que preenche cada tempo do compasso.

Unidade de compasso (UC)

Unidade de compasso (UC)

Unidade de compasso (UC) é a figura que preenche o compasso inteiro.

 Considere [F para forte] e [f para fraco]

COMPASSOS TERNÁRIOS

Quando aparecer o número (3) no numerador então o compasso será TERNÁRIO (três UT) e terá a seguinte pulsação:

Métrica 3por4

COMPASSOS QUATERNÁRIOS:

Quando aparecer o número (4) no numerador então o compasso será QUATERNÁRIO (quatro UT) e terá a seguinte pulsação:

Métrica 4por4

Agora uma curiosidade, o (5) no numerador representa a união do COMPASSO BINÁRIO com o TERNÁRIO, será um COMPASSO MISTO. Então terá a seguinte pulsação:

Compasso 5por4

ACENTUAÇÃO MÉTRICA.

Estas sequencias de Tempos Fortes com Tempos fracos que você viu acima é o que nos faz distinguir o ciclo de pulsação da composição musical, caracterizando o ritmo do compasso como Binário, Ternário, Quaternário, etc. Isto é o que se denomina ACENTUAÇÃO MÉTRICA.

O tempo forte corresponde ao acento tônico, que é a primeira figura do compasso. Quando há mais de uma figura com acentuação tônica dentro de um mesmo compasso, formam-se os Compassos Mistos.

“AGORA VAMOS DAR UMA RELEMBRADA NO QUE DIZ O QUADRO DAS FIGURAS DE VALORES NO 2º MÓDULO”

figuras-e-pausas-musicais

Os números da da coluna da esquerda é como um segundo nome das figuras de valores. Esta representação é utilizada nos denominadores (nº inferior) das fórmulas de compasso.

Este número nos indica qual é a figura que representa a Unidade de Tempo.

Então em um compasso:Compasso 2 por 4o 2 nos indica quantas Unidades de Tempos temos no compasso e o (4) nos indica que figura representa esta unidade de tempo, que neste caso é a semínima:

semínima

Em outras palavras a Fórmula de Compasso está nos dizendo: “Há 3 semínimas em cada compasso e cada uma vale 1 Tempo”.

ORIENTAÇÃO PARA MARCAÇÃO DOS COMPASSOS.

USO DO METRÔNOMO

Metrônomo

Como falado anteriormente é de extrema importância que a partir deste módulo você faça o uso do metrônomo. Cada batida do metrônomo deverá ser acompanhada pelo movimento da mão como foi visto anteriormente.

O uso do metrônomo se faz mais necessário durante o seu período de aprendizagem musical do que quando você já estiver tocando um instrumento.

O metrônomo, além de nos proporcionar a regularidade no ritmo também serve para impor a velocidade.

É importante que todo exercício que você fizer, seja feito da maneira mais correta possível. E nem sempre conseguimos fazer determinado exercício em uma determinada velocidade. É ai que entra o Metrônomo, você o regula em uma marcação lenta o bastante para que você consiga acompanhar e vai aumentando gradualmente o ritmo da pulsação até alcançar a velocidade almejada. Desta maneira você treinou diversas vezes um exercício, o que é muito importante, o fez de forma correta, e nem sentiu quando já estava tocando rápido.

A base da medida do metrônomo é a BPM (Batidas por Minutos).

Se determinada partitura nos informa: ( semínima= 100),

indicação de velocidade

isto quer dizer que a cada minuto você terá que tocar 100 semínimas, ou seja um semínima por segundo. Esta  indicação também poderá vir assim representada:

(M.M. = 100)

(M.M. significa Mälzel’s Metronome), em referência ao patenteador deste aparelho.

É necessário atentar para qual figura corresponde a quantidade de pulsação, pois nem sempre é a semínima. Pode ser uma colcheia, ou uma semicolcheia, ou até uma figura pontuada.

About The Author

William Cezario

Originário de Brasília DF, iniciei meus estudos musicais na CCB do Gama-DF aos 9 anos de idade, Hoje sou encarregado musical, e profissionalmente sou músico na Banda de Música do CBMDF. Este site tem por objetivo a troca de experiência musical entre os músicos da CCB e a qualquer outro admirador da arte musical.

Comentários

7 Comments

  • Lucas

    Reply Reply 24 de julho de 2017

    Qual o nome do programa que você utiliza?

    • William Cezario

      William Cezario

      Reply Reply 28 de julho de 2017

      Para edição de partitura é o finale, ns apresetações uso o mapa mental da MindMap

    • Simone

      Reply Reply 24 de outubro de 2017

      Em outras palavras a Fórmula de Compasso está nos dizendo: “Há 3 semínimas em cada compasso e cada uma vale 1 Tempo”.

      A Fórmula de compasso é 2/4 não seria duas semínimas ?

  • Moisés cádimo

    Reply Reply 29 de agosto de 2017

    Muito bom bem explicativo pra quem tem dificuldade e isso que precisamos dessas formulas claras .deus abençoe meu caro

  • rubens

    Reply Reply 18 de setembro de 2017

    olá,estou passando por aqui.

  • iraize

    Reply Reply 24 de outubro de 2017

    muito bom assunto.gostei

  • Nilva. Francisca mendes

    Reply Reply 17 de janeiro de 2018

    Muito bom

Leave A Response

* Denotes Required Field